{Projeto Reforma} Parede Lousa

Acho que quase todos os blogs de decoração já fizeram um post sobre as tais “Paredes-Lousa”. E agora chegou a minha vez, heheh… Mas tenho os meus motivos! Eu sempre achei a ideia super bacana, enfim, parece divertido ter uma parede interativa em casa, que você possa rabiscar, além de ser algo bem charmoso e estiloso também.

Parede Lousa - casabelablog.com

Mas enfim, não é algo que você pense em usar em qualquer situação, em geral ela precisa de um empurrãozinho, um motivo pra existir. E foi o que aconteceu comigo.

Vocês viram todo o desenvolvimento do projeto do meu apê, e não tinha nada de parede lousa. Daí que, como comecei a comentar semana passada, vieram os orçamentos de marcenaria e eu comecei a cortar algumas coisas. Além da sala de jantar, cortei o painel de madeira na porta do banheiro, que ficava na área do escritório, tão lembrados?

Casa Bela - Projeto Reforma - Escritorio

Mas não queria de jeito nenhum deixar uma porta “normal” ali. Ainda mais com a porta do quarto do lado. Comecei a pensar o que fazer de diferente naquela parede, pensei até no tal mapa gigante que apareceu na imagem da mesa de jantar com banco do post passado. Mas o noivo não curtiu a ideia, e realmente parecia algo muito forte, que ia enjoar logo.

Daí que eu pensei na parede lousa, uma ideia ótima para área do escritório. Mas eu ainda achei que era uma intervenção muito forte para uma parede muito pequena, ia ficar um visual meio perdido, chamando ainda mais atenção para o pedacinho de parede com a porta do banheiro.

Projeto Reforma - Parede Lousa (8)

Projeto Reforma - Parede Lousa (10)

Foi quando o meu empreiteiro comentou sobre o tal pilar de concreto aparente, que fica encostado nessa parede. Depois de passar resina para selar o concreto, o visual fica bem manchado e rústico, se era isso mesmo que eu queria, ou se preferia buscar outra solução…

E foi assim que, da mesma forma que desisti do teto em concreto aparente e do piso em cimento queimado, eu desisti do pilar de concreto aparente! Aiai… Nessas horas eu sempre lembro de um conselho de design de interiores - “Não tenha nada na sua casa que você não ame completamente!”. E é verdade. O tal pilar seria a primeira coisa que eu veria ao entrar em casa todos os dias. Já pensou que chato dar de cara com algo que não é muito sua cara, ou que você não curte 100%? Também acho que o legal destas opções, é quando elas estão inseridas no “conceito” da projeto e conversam de alguma forma com o restante da decoração. O pilar rústico em concreto acabou ficando isolado no visual de meu décor, que tem um conceito mais aconchegante.

Resolvido o problema da parede-lousa ser muito pequena – acrescentei o pilar! Terei um volume todo único, um bloco bem no meio do apartamento – pintado de preto lousa! Claro que fiquei um pouco apreensiva com essa decisão, por ser bem forte, ainda mais tendo o piso preto. Mas aí levei minha mãe no apartamento, e como já comentei com vocês, super confio na opinião dela. E ela adorou e aprovou! Aí fui em frente, quando ficar pronto é claro que vou mostrar tudo por aqui. Por enquanto, vejam mais algumas imagens de referência lindas que ajudaram a me convencer ainda mais…

Projeto Reforma - Parede Lousa (2) Projeto Reforma - Parede Lousa (3)
Projeto Reforma - Parede Lousa (4)

Projeto Reforma - Parede Lousa (5)

Projeto Reforma - Parede Lousa (6)

Parede Lousa - casabelablog.com

Projeto Reforma - Parede Lousa (7) Projeto Reforma - Parede Lousa (9)
Projeto Reforma - Parede Lousa (11) Projeto Reforma - Parede Lousa (12) Projeto Reforma - Parede Lousa (13) Projeto Reforma - Parede Lousa (14) Projeto Reforma - Parede Lousa (15) Projeto Reforma - Parede Lousa (17)Projeto Reforma - Parede Lousa (16)

Não é o máximo gente? Estou super empolgada, acho que vai ficar bem legal! Pesquisei principalmente imagens de sala de jantar com parede lousa porque no final das contas, a minha parede lousa vai ficar junto ao escritório e a sala de jantar!

As tintas já estão compradas! Comprei o esmalte Coralit preto fosco, como sugerido aqui e aqui.

Quero saber o que vocês acharam dessa mega revisão inesperada do meu projeto! Esses cortes de marcenaria até que estão rendendo ótimos mudanças, não acham?

Boa semana!! :)

{Sala de Jantar} Mesa e Banco de Madeira

Já preparando vocês pra algumas revisõezinhas que vão acontecer no meu projeto (sem chororô hein! rs.), lembram da inspiração de mesas de jantar com banco? Muita gente adorou, mas muita gente também teve problemas para criar o tal banco embutido, pela necessidade de contratar um marceneiro, algo que custa bem caro e é bem trabalhoso.

E a mesma coisa aconteceu comigo, todo mundo sabe que se gasta horrores com reforma, então estou cortando tudo que é possível. Isso também entra naquela discussão de marcenaria ou móveis prontos e quem sabe até na síndrome de geração Y. Mas enfim, resolvi encontrar uma outra opção para a mesa de jantar com banco embutido, que seja tão charmosa quanto, mas só com móveis prontos! Ou seja mais prática, mais acessível e mais fácil de ser transportada e reutilizada em outros ambientes ou outras casas.

{Sala de Jantar} Mesa e Banco em Madeira - casabelablog.com

Tudo começou com essa foto em uma mão, e um orçamento estratosférico de marcenaria na outra. Eu falei, quer saber? Eu não preciso de uma mesa sob medida, nem um banco embutido. Essa sala de jantar é igualzinha à minha e olha que solução bacana!

Não estou desmerecendo de maneira nenhuma o trabalho de marcenaria, que realmente é algo super caro, deve ser de excelente qualidade, sob medida, mão-de-obra especializada etc. Quem pode fazer marcenaria, ótimo, acho maravilhoso. Mas enfim, cada um tem que buscar a melhor solução para o seu caso. E no meu, eu percebi que para este ambiente pelo menos, a marcenaria não era 100% necessária.

Foi aí que comecei a pesquisar as salas de jantar com mesa e banco de madeira e me apaixonei!

{Sala de Jantar} - Mesa e Banco em Madeira - casabelablog.com Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (3) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (4) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (5) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (6) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (7) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (8) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (9) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (10) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (11) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (12) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (13) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (14) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (15) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (16) Casa Bela - Jantar com Banco Madeira (17)

Amo o contraste com cadeiras de design! Amo o clima de casa de fazenda!

Lembrei até que na casa Emily, com aquele visual todo rústico e relax, também tem!

É claro que o banco embutido tinha sim suas vantagens, como ser mais confortável, maior, com estofamento em tecido, etc. Mas pensando em tudo aquilo que  já comentei lá em cima, estou super convencida a fazer a troca! Sem ressentimentos. E vocês? Aprovam?

Boa semana!

{Projeto Reforma} Obra Parte 2

Já estava mais do que na hora de mostrar o andamento da obra por aqui né pessoal? A primeira parte que mostrei, foi basicamente a colocação do forro, a parede divisória do quarto, e a demolição para abertura da porta.

A segunda parte da obra envolveu 2 fases principais, para mim pareceram passos de tartaruga, mas até que foi bastante trabalho, olha só:

1) aplicação de massa corrida no forro preparando para a pintura + instalação das luminárias embutidas + passagem de infra-estrutura para ar-condicionado

{Projeto Reforma} - Obra Parte 2 - casabelablog.com

Levando as luminárias para a obra. As entregas dos materiais geralmente são feitas na casa do noivo, e depois nós levamos para a obra. É um trabalhinho extra, mas não tenho como garantir que terá alguém na obra para receber o material, então estamos fazendo assim!

Toda a parte de iluminação eu comprei da Alloy, e recomendo muito! Eles foram super atenciosos no atendimento, cumprimento dos prazos e tem todo tipo de luminária que você quiser! Depois faço um post só sobre isso mostrando tudo o que usei! (me cobrem…)

Casa Bela - Obra Parte 2 (2)

Nesta foto dá pra ver o forro e a parede “masseados” os seja, receberam camada de massa corrida preparando para pintura. E também as luminárias embutidas já instaladas.

Um mega contratempo que tivemos foi comprar algumas peças para voltagem 220V ao invés de 110V, e aí tivemos que trocar tudo. Enfim, essas coisas acontecem, mas vale como dica pra quem estiver nesta fase, ficar atento à voltagem! É uma bobeira e justamente por isso acabamos não prestando atenção quando temos mil outras coisas para verificar…

Casa Bela - Obra Parte 2 (3)

Essa foi a parte “já que..” da obra. Sabe aquela história de “já que estamos fazendo isso, vamos fazer aquilo também”? Pra não correr o risco de chegar o verão e morrermos de arrependimento por não ter colocado ar condicionado (principalmente neste clima doido que estamos), achamos melhor já passar a infra-estrutura para futura instalação do aparelho. Isto envolve um certo quebra-quebra, então não tinha momento mais apropriado pra isso.

2) construção das bases em alvenaria para armários + colocação do porcelanato e cerâmica na cozinha e lavanderia

{Projeto Reforma} - Obra Parte 2 - cabelablog.com

As bases em alvenaria devem render um post só sobre elas (estou prometendo muitos posts ultimamente e estou com medo de não conseguir cumprir! rs.). Mas em resumo, elas servem para apoiar os armários de marcenaria, para que não fiquem em contato com o piso (que pode molhar, sujar, etc.). Fiz um desenho para ser executado de acordo com os armários, deixando 10cm recuado (para você conseguir se aproximar sem “chutar” a base) e 15 cm de altura.

Casa Bela - Obra Parte 2 (5)

Mais uma viagem da casa do noivo à obra para entregar o porcelanato e a cerâmica, tudo no fim de semana. Essa foi dureza porque as peças eram 60x60cm e muitooo pesadas. Pra subir tudo até o apartamento precisamos da ajuda dos 2 irmãos do noivo e do pai dele.

Casa Bela - Obra Parte 2 (6)

Aqui o piso já quase todo colocado, faltando revestir as bases, e a cerâmica no comecinho da colocação. Reparem nos separadores para deixar o espaçamento pro rejunte na medida certa (2mm). Maior trabalho para fazer assim intercalado estilo “tijolinho” mas o resultado já dá pra ver que fica um charme! Também fiz uma planta especial com a paginação das peças do piso e da parede para o colocador fazer do jeitinho que eu queria. No piso optei por deixar uma peça inteira centralizada, e na parede dei início ao desenho neste canto direito acima do frontão da pia existente.

Casa Bela - Obra Parte 2 (7)

Aqui a cerâmica toda colocada e rejuntada, e o porcelanato também. Eu fiquei apaixonada pela cerâmica tipo tijolinho na parede, ficou do jeitinho que eu queria! É a Metro White da Eliane. Usei o mesmo rejunte para o piso e para a parede, cor Cinza Ártico do Quartzolit (para deixar as peças brancas em evidência). O porcelanato é o Minimum Concreto polido da Eliane. Eu havia escolhido esta cor inicialmente para mesclar com o piso em tom de madeira, mas no final vou usar piso preto lembram? Esse que é problema de mudar as coisas no meio da obra, rs. Mas acho que vai ficar bom mesmo assim, é uma cor razoavelmente escura e neutra. Aquele L sem piso lá na entrada é a parte onde irá “encaixar” o piso da sala com o da cozinha.

Ufa! Foi isso que rolou neste último mês. O que acharam de tudo? Ainda falta bastante coisa pra terminar, mas já estou começando a ver a luz no final do túnel!

Ótima quarta-feira pra todos.

{Reforma} Apartamento em Londres

Hoje vou falar de uma reforma que não é a minha… Afinal não estou indo morar em Londres (infelizmente). *O post com a segunda parte da minha obra já está à caminho, estou só esperando uma evolução maior por lá pra mostrar tudo de uma vez!

Mas já que estamos no clima, achei bem interessante a reforma deste apartamento em Londres. O dono da casa é irmão do Chris Martin do Coldplay acredita? Chique né? Ele se chama Al Martin e é arquiteto! Li tudo no site da sua cunhada, Gwyneth Paltrow… Bom, mas voltando ao mundo real, a reforma conta com algumas solução bem bacanas, e passa por aquelas situações comuns: economizar de um lado para gastar em outro, driblar a falta de espaço, aumentar a luminosidade, etc. Vem comigo!

{Reforma} Apartamento Londres - casabelablog.com

Esta é a fachada do predinho, durante e depois da reforma. O apartamento em questão é o do meio, e tem três andares. Cada andar é do tamanho de um cômodo praticamente, então para uma família de três pessoas (um casal e o bebê) é um espaço até que bem enxuto. Repare lá em cima no bloco escuro que ele construiu, para ganhar um cômodo extra. Seria o equivalente ao “puxadinho” daqui!

{Reforma} Apartamento em Londres - casabelablog.com

Se mão de obra por aqui já é algo caríssimo, imagina por lá! O próprio Al Martin colocou a mão na massa e começou a demolir tudo que existia em cada andar, com a ajuda de um amigo da vizinhança. Que pique!

Depois da demolição, um pequeno time de construção deu início ao projeto. Pisos e paredes foram completamente refeitos, mas reutilizando o máximo possível dos tijolos originais! Reciclar é preciso.

Achei interessante a cronologia: a família comprou o apartamento em janeiro de 2010, em junho começaram a demolir, em setembro deram início à obra de fato, e só depois de um ano que a família se mudou para o local! – Estou me achando super rápida agora com a minha reforma. Mas não vamos comemorar antes de terminar, né? Ainda estou no meio do caminho!

{Reforma} Apartamento em Londres - casabelablog.com

As fotos de “antes e depois” mostram como tudo valeu à pena! O que era uma cozinha (meio esquisita e mal aproveitada) virou o quarto do bebê.

{Reforma} Apartamento em Londres - casabelablog.com

A antiga sala de estar (também muito esquisita – pelo jeito disposição dos móveis não era o forte do antigo morador) virou uma sala de leitura espaçosa e arejada.

Reforma Londres 5

Apesar do visual ultra clean, alguns detalhes fazem a diferença no projeto. Neste ambiente ele investiu em móveis de design – a cadeira de madeira “Antony” de Jean Prouvé, a cadeira cinza “Organic” de Eero Saarinen e os banquinhos em formato de rolha, de Jasper Morrison.

A mesinha lateral apesar de ter um design famoso (de Eileen Gray) é apenas uma reprodução (não se pode ter tudo!). E o tampo de concreto ao fundo foi executado pelo próprio Al Martin após duas tentativas, utilizando sobras de madeira da obra para criar o molde!

A indicação de “shadow gap” que você vê acima do rodapé, é aquele “espacinho” deixado entre a parede e o rodapé – equivalente à tabica no forro – este detalhe deixa o visual bem acabado e leve. Ele foi utilizado para criar uma continuidade entre os ambientes, percorrendo inclusive a escada, juntamente com o tom de cinza clarinho das paredes.

Reforma Londres 7

Foi criado um ambiente único para cozinha e sala de jantar, eliminando a parede divisória, o que deixa o espaço mais iluminado. Como o apartamento tem janelas na frente e fundos, da mesma forma que as casas geminadas, a luminosidade pode ficar um pouco prejudicada se os ambientes foram muito compartimentados.

Um antigo forno de ferro foi convertido em lareira, inserindo uma caixa metálica sob medida em seu interior. O local da lareira já era existente, e foi mantido durante a reforma.

Reforma Londres 8

Neste ambiente as escolhas foram econômicas na hora de mobiliar. Luminária comprada no eBay (loja online tipo Mercado Livre), mesa da Ikea (loja tipo Tok&Stok), e as cadeiras também são apenas reproduções do design original de Arne Jacobsen (Que eu também ia usar na minha sala de jantar, lembram? Mas agora mudei de ideia, depois eu conto!). As janelas são cobertas por persianas rolô simples, que foram instaladas por 30 libras (aprox. R$115,00) cada.

Reforma Londres 10

Os armários da cozinha também são da Ikea. Ele investiu apenas nos tampos de granito flameado e nas portas pivotantes feitas sob medida, que permitem dividir o ambiente, especialmente no inverno para manter aquecido.

Reforma Londres 12

O quarto do casal, fica no “puxadinho” lá em cima. Uma parede se abre completamente para o exterior, deixando à mostra a vista da cidade. A decoração segue o restante da casa com um visual bem clean, e algumas peças de design interessante, como as luminárias com ar industrial.

Muito bacana e bem planejada esta reforma não acharam? Ainda mais vendo as fotos de antes e depois, parece que a casa virou outra! E passou a valer 10 vezes mais na minha opinião.

Quem quiser ler a matéria original, clique aqui.

Semana que vem conto mais da minha reforma. Bom resto de semana pessoal!

{Receber} Como Colocar a Mesa

Foi só eu falar que ia converter todo o pique pós férias em posts que precisei me dedicar totalmente à obra do apê! Agora engrenou de vez. É bem cansativo pois todo dia tem coisa pra resolver, mas muito gostoso também! Não vejo a hora de ficar pronto…

Mas então só pra relaxar antes do fim de semana, e quem sabe inspirar uma mesa de Dia dos Pais caprichada, achei bacana esse “passo-a-passo” que o designer-muso Nate Berkus fez pra Elle Decor! Bem didático e acessível, principalmente pra quem não é especialista no assunto, como eu.

Colocando a Mesa - Casa Bela (1)

Passo 1: Mesa Limpa

Toda arrumação começa deixando a mesa vazia e limpa. Deixe à mão ou defina um lugar para tudo que você vai precisar para servir, como vinho, temperos, etc.

Colocando a Mesa - Casa Bela (2)

Passo 2: Toalha de Mesa

A dica que ele dá já no primeiro item é usar uma toalha não convencional, ao invés daquele visual batido. Ele sugere medir sua mesa e comprar tecidos diferentes e interessantes para fazer toalhas de mesa únicas, é só mandar numa costureira para dar o acabamento.

Colocando a Mesa - Casa Bela (3)

Passo 3: Passadeira

Adicione uma passadeira contrastante com a toalha, definindo uma combinação de cores e estampas para sua composição.

Colocando a Mesa - Casa Bela (4)

Passo 4: Centro de Mesa

Não precisa ser nada complicado. Apenas combine objetos que você já tem em casa, como vasos e tigelas bonitas. Evite usar peças muito altas que atrapalhem a conversa através da mesa.

Colocando a Mesa - Casa Bela (5)

Passo 5: Lugares à Mesa

Ele sugere que cada lugar tenha uma peça clássica combinada com uma diferente, inesperada. Neste caso ele usou pratos brancos clássicos com talheres dourados, para um visual glamouroso.

Colocando a Mesa - Casa Bela (6)

Passo 6: Misture

Todos os itens da mesa não precisam combinar perfeitamente ou serem idênticos. Use pratos variados apenas dentro de uma mesma combinação de cores por exemplo. Ele também introduziu guardanapos de tecido estampado com amarelo (que você também pode criar modelos especiais comprando o tecido).

Colocando a Mesa - Casa Bela (8)

Passo 7: Flores

Para não complicar ele sugere usar apenas um tipo de flor, de apenas uma cor, em um conjunto de três a cinco vasos. Esta composição irá criar movimento.

Colocando a Mesa - Casa Bela (7)

Passo 8: Copos e Taças

Copos e taças simples transparentes ou com detalhes em metal são um ótimo investimento, pois independente do estilo e cores da mesa, você pode sempre utiliza-los e misturar a vontade.

Colocando a Mesa - Casa Bela (10)

Passo 9: Criatividade

Improvisar faz parte. Já que não pode usar a bandeja na mesa, pois era muito grande, Nate resolveu pendurá-la na parede.

Colocando a Mesa - Casa Bela (9)

O Resultado

Muito charmoso não acharam? Nada complicado e imaginem a diferença receber alguém com uma mesa caprichada assim, ou com aquela mesa “dia-dia-não-deu-tempo”? Acho que de vez em quando vale à pena!

Uma dica pra quem curte este assunto é visitar o blog Colocando a Mesa com Charme! Lá tem tudo sobre o assunto, fico babando nas mesas, louças e ideias…

Bom final de semana!